domingo, 6 de setembro de 2009

Doença de Parkinson

A Doença de Parkison (DP) é um distúrbio progressivo do SNC que afeta tipicamente pessoas em torno de 60 anos . A causa é desconhecida, mas há suspeita de que os pesticidas, os herbicidas e o minoxo de carbono contribuem para essa doença. Apenas 5% dos pacientes com DP apresentam história familiar da doença. Compromete ambos os sexos igualmente,e se caracteriza por:
  • Sintomas motores: tremor, rigidez, acinesia e bradicinesia;
  • Depressão;
  • Distúrbios do sono;
  • Distúrbios cognitivos;
  • Distúrbios na fala;
  • Distúrbios respiratórios;
  • Dificuldades urinárias;
  • Tonturas;
  • Dores e outras sensações hormonais.

Nesses pacientes as contrações são involutárias. O desempenho motor também é prejudicado. Os movimentos são lentos. As atividades como barbear-se, cortar alimentos, abotoar a roupa, levam mais tempo que o normal.
A enfermidade não tem cura, mas pode ser atenuada. O tratamento consiste no controle dos sintomas e da evolução da doença, por meio de medicamentos e terapias. Entre as mais comuns estão a ocupacional, a fisioterapia e a fonoaudiologia. Em alguns casos, indicam-se as cirurgias.




Os neurônios na substância nigra encontram-se pigmentados. À direita há uma clara perda de neurónios e de pigmentação, o que corresponde a uma situação de parkinsonismo. À esquerda, situação normal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário